SE INSCREVE NO NOSSO CANAL:

Em clima de Halloween, Programa da Maisa recebe Karina Bacchi e Thaeme e Thiago

Neste sábado, 2 de novembro, Maisa se encontra com a banda pop global Now United e conversa com a integrante brasileira Any Gabrielly, de 17 anos. Ela conta como foi a batalha para entrar no grupo “Precisa de muito esforço, porque a minha família nunca teve recursos para me colocar em escola de dança e canto. Então tudo que eu queria foi pegando ônibus...e comendo marmita dentro do ônibus. Minha mãe teve que trabalhar muito para eu estudar...então teve muita batalha. Agora ver esse resultado é incrível, é de chorar e de muito orgulho”. Any falou também da experiência de ficar confinada com outros jovens de outros países: “Às vezes a gente se desentende... mas como irmãos a gente se entende”. Sobre a missão do grupo ela diz: “A mensagem do Now United é que não importa de onde você vem, não importa o que você é, qual sua cor, sua religião ou o que você gosta de comer. Nós todos somos iguais no fim do dia”. Maisa também conversa com os outros integrantes do grupo e eles falam sobre o que mais gostam no Brasil, sobre quem shippa quem na banda e eles também respondem perguntas dos fãs.

No programa temático de Halloween, fantasiada de Coraline, Maisa recebe seus convidados Thaeme & Thiago e Karina Bacchi. No clima da atração, eles contam do que tinham medo quando eram crianças e participam da brincadeira “doces e travessuras”, onde revelam as trolagens que aprontavam com os amigos e Thiago conta: “Eu morava em Campo Grande e na frente da porta da casa que a gente morava, morávamos em 4 meninos, o vizinho da frente, amigo nosso, morava sozinho e ele tinha muito medo de tudo. E em uma madrugada a gente fingiu que estava assaltando a casa dele”. A conversa continua com o assunto dos bebês e a recente mamãe Thaeme conta: “O que mais me emociona nela é o sorriso”. Karina fala de sua história com seu filho Enrico: “Eu estava chegando nos 40 anos...tive que tirar as trompas e não poderia engravidar de forma natural”, sobre a possibilidade de não poder ser mãe ela diz: “Aquilo foi um choque pra mim”, e quanto sua decisão na corrida contra o tempo e a vontade de ser mãe afirma: “Então eu tive que pensar muito, ter muito pé no chão, apoio da minha família e acabei fazendo de forma independente. Meus pais me apoiaram muito. Sabiam desse meu sonho”, e Enrico chega ao cenário do programa esbanjando fofura. Sobre a primeira emoção vivida com o filho, Karina diz ”Foi ouvir coração no ultrassom e saber que realmente eu ia ser mãe”. E os desafios e brincadeiras continuam com as mamães tendo que identificar os ingredientes das papinhas de bebês e um jogo onde eles tem que adivinhar os nomes dos filmes simbolizados por emojis.
Foto: Beatriz Nadler /SBT
Foto: Beatriz Nadler /SBT




Nenhum comentário:

Postar um comentário

O blog Brasil Notícia e tv agradece o carinho, fique ligado em nosso blog.

add