SE INSCREVE NO NOSSO CANAL:

Apresentador pede demissão de emissora após ser atacado por eleitores de Bolsonaro

 O radialista, comentarista e apresentador da Jovem Pan, Carlos Andreazza decidiu se desligar da emissora, admitindo motivos pessoais.
O apresentador da rádio Jovem Pan, Carlos Andreazza decidiu se desligar da emissora de rádio após ataques de eleitores do Bolsonaro. O apresentador fez o anúncio de seu desligamento durante a apresentação do programa 3 em 1: “Pessoal, chegou a hora de eu deixar a Jovem Pan. Ao longo do último final de semana, conversei com a direção da rádio, apresentei meu pedido e fui liberado. As razões são inteiramente pessoais. Hoje eu me despeço. Foi meu último 3 em 1.”, disse Carlos Andreazza.
Em outubro do ano passado Marcelo Madureira que ficou conhecido por integrar o elenco do Casseta e Planeta e também integrava o time de comentarista da Pan acabou desligado da emissora. A Jovem Pan não entrou em detalhes na dispensa do apresentador, no entanto o que se sabe é que Madureira foi uma das personalidades que assinou o manifesto a favor da democracia contra a candidatura do Bolsonaro. No caso de Carlos Andreazza, o próprio apresentador decidiu pedir sua dispensa.
Carlos Andreazza costumava ser atacado pelos petistas na época da eleição. Nos últimos dias, o apresentador estava sendo atacado por bolsonaristas. Um dos comentários do radialista essa semana foi uma crítica ao governo, o qual ele dizia ter enganado seus eleitores com a promessa de “uma nova política” e nomeando parentes para cargos públicos. Por essas observações, Carlos passou a sofrer ofensas e agressões virtuais.
Essa semana a atriz da Globo, Juliana Paes também opinou sobre o governo Bolsonaro. A atriz que em Julho deu uma entrevista ao jornal Globo, dizendo que não apoiava totalmente as atitudes do governo, mas era contra o boicote: “Torço para que o país dê certo, independentemente de quem esteja em Brasília. Não bato palma para tudo que o presidente Jair Bolsonaro diz, mas vamos apoiar já que ele está lá. Não vou boicotar. Essa polarização é boba. Entre o branco e o preto, há infinitos tons de cinza, muitos pensamentos e ponderações. Sou a favor do diálogo.” Ao contrário do apresentador da Jovem Pan, essa semana Juliana Paes mudou um pouco o tom mais positivo à respeito de Bolsonaro: “Não sou, não. Minha posição política é bem particular e vivem querendo me rotular, me colocar em um lado ou outro. Já me acostumei a inventarem coisas sobre mim.
O apresentador Carlos Andreazza pediu demissão da Jovem Pan (Imagem: Divulgação)


Um comentário:

O blog Brasil Notícia e tv agradece o carinho, fique ligado em nosso blog.

add